Terreiro de Umbanda do Pai Maneco, sábado, 24 junho de 2017

Mensagem de Final de Ano da Mãe Lucília

Eu não sou muito adepta ao natal, nem mesmo para os discursos comoventes desta época.
Isso se agravou depois que eu soube que a imagem do bom velhinho é para fomentar o comércio.
Logo, deixei de ter aquele carinho pelo Natal.
Acredito em Cristo, nosso Oxalá, e confesso que me volto à ele bem mais que muitos católicos festivos. Estou de bem com ele, disso eu tenho certeza.
Hoje eu escrevo para falar do orgulho do Terreiro.
Do orgulho que eu tenho pelos médiuns e de como me sinto apoiada e querida.
Durante os trabalhos, consigo sentir a energia dos médiuns; a força da corrente; a garra de cada ponto cantado por nossa Engoma; a dedicação de cada cambone; de cada dirigente espiritual; de cada capitão.
Nossa corrente é de ferro e é de aço, como já dizia o Reinaldo Godinho.
Este ponto ecoou como se fosse um raio de luz por muitas vezes durante o ano.
Quero agradecer à todos por mais este ano e por mais uma vez me deixar feliz e com a certeza de dever cumprido.
Agora começam as férias do Terreiro, como sempre disse o Pai Fernando, devemos realmente aproveitá-la.
Nada de ficar falando de Umbanda o tempo todo, nada de exagerar nas saudade pois ela é boa e logo voltaremos as nossa atividades.
Saravá para todos, e que nossa caminhada seja sempre iluminada por nosso pai Oxalá.

Mãe Lucilia
 

Categoria: Espaço do Médium.

Bandeira da Amizade