Terreiro de Umbanda do Pai Maneco, quinta-feira, 27 julho de 2017

Consulentes buscam solução para conflitos pessoais e familiares no TPM

Pesquisa revela motivos que levam a assistência a fazer consultas com espíritos

Cerca de 28% dos freqüentadores do Terreiro do Pai Maneco (TPM) buscam consultas no terreiro procurando alento e solução para problemas pessoas e conflitos familiares, revela pesquisa do DEPPAM – Departamento de Estudo e Pesquisas de Fenômenos Mediúnicos Pai Maneco – efetuada durante o ano de 2011. Apontados como principais motivadores de consultas, os conflitos pessoais e familiares vem seguidos, em segundo e terceiro lugar, por dificuldades relacionadas à saúde (19%) e questões de ordem profissional (19%).

Já as consultas relacionadas a questões afetivas, busca por namorados (11%) e problemas financeiros (9%) tiveram um número de atendimentos muito menor e se encontram em um segundo plano de porcentagens; sendo que problemas com drogas (3%), demanda (3%) e obsessão (2%) ficam em terceiro plano, contando como motivadores para um menor número de consultas.

Além destas informações, a pesquisa, cujos dados foram coletados pelos cambones de todas as giras, trouxe outros dados importantes, revelando que principais dificuldades apresentadas são recorrentes nas mais variadas linhas de trabalho. Da gira de preto velho à gira de Quimbanda, houve pouca variação nos temas consultados no período – sendo que o principal deles apresentou os maiores números de consulta em todas as linhas.

Variantes e temas

Durante o período de pesquisa, houve o total de 1.433 consultas em todo o Terreiro – e estes atendimentos revelaram cerca de 1.992 situações diferentes.

Os conflitos pessoais e familiares foram topo da lista de atendimentos, das giras de preto às de Quimbanda, somando impressionantes percentuais: 48% das consultas na gira de Quimbanda de 24/11; 34% da gira de preto velho de 09/11; e 31,3% na gira de caboclo de 09/11.

Saúde foi o segundo tema mais consultado nas giras de caboclo e preto velho, seguidos por dificuldades no trabalho. As porcentagens mais significativas para tais motivadores nas giras de preto foram nos dias 07 e 12/11, com 26,1% de consultas sobre saúde; e 16, 13%, em 12/11. Já no caso dos caboclos, os ápices foram saúde, em 25/11, com 29,5%; e dificuldades no trabalho, com 22,7% das consultas em 21/11.

Nas giras de Quimbanda, a ordem de problemas motivadores para consultas tem pequena alteração, trazendo dificuldades no trabalho como o segundo tema mais apresentado, com 30,7% em 09/11; seguido de relacionamentos afetivos busca de namorado, com o alto índice de 40,5% em 24/11; e problemas financeiros, cujo ponto mais alto (22,7%) se deu em 18/11.

Observe o gráfico abaixo que traz os principais dados da pesquisa:

      

*Os dados utilizados para escrever este texto são fruto de trabalho do DEPPAMDepartamento de Estudo e Pesquisas de Fenômenos Mediúnicos Pai Maneco – durante o ano de 2011. A pesquisa foi dividida em três semanas de coleta de informações em todas as giras do TPM, e foi respondida pelos cambones que acompanhavam os médiuns de consulta.

Categoria: DEPPAM.

Bandeira da Amizade