Retrospectiva 2019

JANEIRO

Mutirão de limpeza

Para iniciar as atividades de 2019, alguns médiuns fizeram um mutirão para pintura interna, limpeza das imagens do Jardim dos Orixás e dependências do Terreiro.

FEVEREIRO

Carnaval
Membros do Pai Maneco marcaram presença na avenida, em duas alas da Acadêmicos da Realeza.

Orquestra de Berimbau
Em fevereiro foi o primeiro encontro da Orquestra de Berimbau, curso permanente.

Encontro das Engomas
Também teve início em fevereiro e seguiu por todo a ano.

Brincantes Sete Ponteiras do Mar
Em fevereiro também ocorreu o primeiro encontro, do curso permanente, Brincantes Sete Ponteiras do Mar.

MARÇO

Curso da Mãe Jo de Oxum
O curso da Mãe Jo de Oxum foi destinado aos candidatos que pretendem participar de qualquer uma das giras da casa. Nesse primeiro módulo foi apresentada a Sociedade com sua direção material e espiritual, os espaços físicos e a devida utilização, as regras de convivência e a filosofia “Pés no Chão”.

Trabalho de Praia
O trabalho de praia do Terreiro Pai Maneco aconteceu na Associação Banestado da Praia de Leste.
O encontro, que se realiza há mais de 30 anos ininterruptamente, reuniu mais de mil pessoas nessa homenagem à Iemanjá.

ABRIL

Visita
O Terreiro do Pai Maneco recebeu a visita do grupo indígena Fulni-ô, do Estado de Pernambuco, com o objetivo de divulgar o artesanato e a medicina nativa da tribo.

Lançamento do livro Umbanda Pés no Chão

Obra organizada por médiuns da casa.

Curso do Pai Pequeno Robert de Ogum
O objetivo desse curso foi passar a importância de ser cambone, a responsabilidade e compromisso com o médium, entidade e com o terreiro.

MAIO

A importância da Mulher na sociedade
A Mãe Lucília de Iemanjá FOI uma das cinco painelistas do 4° Seminário Vida e Cidadania Umbandista, que nesse ano abordou o tema: O lugar da mulher é onde ela quiser: A importância da Mulher na Sociedade.

JUNHO

Bingo Junino
Em junho aconteceu o tradicional Bingo do Marreco, que nesse ano foi com o tema Festa Junina.

Curso com o Erveiro (Adriano Camargo)

No curso os participantes puderam aprender mais sobre o uso das ervas e plantas medicinais.

Visita

Recebemos a visita de alunos e professores do curso de português para estrangeiros do CELIN – UFPR.

JULHO

Sopão Curitiba
Em julho, o Terreiro Pai Maneco se tornou ponto de coleta de doações para o Sopão Curitiba, que é um projeto social, formado por um grupo de mais ou menos 200 voluntários, que prepara centenas de refeições todos os sábados e entrega no Viaduto Capanema, na Praça Santos Andrade e próximo à Praça Tiradentes.

AGOSTO

Umbandistas pela paz
Umbandistas se reuniram na Pedreira Paulo Leminski, num ato singelo pela paz.

Obrigação
Nesse mês aconteceu o ritual de Obrigação para os médiuns do Pai Maneco, que estão há mais de três anos dando consultas. O objetivo foi fazer com que os médiuns se sintam mais fortalecidos e comprometidos com a casa.

Na mídia

O Pai Renato de Oxóssi participou do Programa Vida Livre, da Rádio Cultura, abrindo esse novo canal de comunicação para o Terreiro.

SETEMBRO

3° Passeata Contra Intolerância Religiosa
O destaque de setembro foi a 3° Passeata Contra a Intolerância Religiosa, organizada pelo grupo Tambores do Paraná. O que motivou o evento foram os frequentes ataques às casas de religiões de matriz africana.

Setembro Amarelo: Espiritualidade e a Psiquiatria
Aconteceu no Pai Maneco uma palestra que abordará o tema: Espiritualidade e a Psiquiatria, que foi ministrada pelo psiquiatra, Dr. Álvaro Luiz Perrachi. O professor e coordenador da comissão de divulgação do Centro de Valorização da Vida (CVV), Antônio Carlos Vilela, falou sobre suicídio e o trabalho desenvolvido pela instituição.
Essa foi a primeira ação do grupo, que pretende realizar outras palestras com temas variados e relevantes para a sociedade.

Orquestra de Câmara da Cidade de Curitiba no Terreiro Pai Maneco
Depois de dez anos, a Orquestra de Câmara da Cidade de Curitiba se apresentou novamente no Terreiro Pai Maneco. A apresentação faz parte do programa Concerto nas Igrejas, que foi idealizado como parte das atividades de relacionamento com a comunidade e acontece desde 2002.

Audiência Pública – Intolerância religiosa
Aconteceu na Câmara Municipal de Curitiba a realização de audiência pública com o tema “A promoção do respeito inter-religioso e os desafios para o enfrentamento à intolerância religiosa”.
A iniciativa, do vereador Professor Euler, debateu políticas públicas contra o problema, que vem sendo enfrentado por terreiros de Curitiba.

OUTUBRO

Visita
O Terreiro Pai Maneco recebeu a visita dos artistas François Andes, desenhista francês e de Luis Gustavo Carvalho, pianista brasileiro.
Ambos foram recebidos pelo Pai Jussaro de Ogum e ficaram realmente muito encantados com a estrutura do Terreiro e com toda a ritualística de nossa religião, que ainda não conheciam.

Oficina de atabaque

O Pai Maneco recebeu Egbon Suel, de Salvador BA para ministrar a oficina.

Visita 2
Visita dos professores da Assistec.

Curso para Ogans
Também teve curso para os ogans com o professor Leandro.

Reforma
Nesse mês também foi finalizada a reforma dos anexos 1 e 2.

Oficina
O terreiro recebeu o grupo Jongo da Serrinha, do Rio de Janeiro para uma oficina.

NOVEMBRO

Trabalho de Mata
O Trabalho de Mata do Terreiro Pai Maneco foi o destaque de novembro. O evento, que foi realizado na Pousada Querência da Serra, em Morretes, conectou toda a corrente com a natureza, além de integrar os médiuns de todas as giras.

Curso de Iniciação ao Tarô Clássico
Foi um sucesso o primeiro módulo do Curso de Iniciação ao Tarô Clássico, ministrado pelo Pai Bitty de Ogum e Édipo Azaro.
No encontro foi abordado a tarologia dos Arcanos Maiores. A origem, historicidade, mitos e fatos históricos, deste o surgimento material na renascença passando pelos mestres da Golden Dawn, que influenciaram a cultura mística entre 1888 até os dias atuais, principalmente, os Beatles, Led Zepelim, Raul Seixas, a Sociedade Alternativa, entre outros.

Umbanda nas Escolas

Fomos no Colégio Estadual Ambrósio Bibi para falar sobre a Umbanda para os alunos e professores.

DEZEMBRO

18ª Não Bata a Cabeça à Toa
O destaque de dezembro foi a 18ª Não Bata a Cabeça à Toa, que reuniu milhares de pessoas, em dois dias de evento.

 

Girão
O Girão encerrou os trabalhos espirituais de 2019, do Terreiro Pai Maneco, com visita de dirigentes de outras casas.

 

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.