Orquestra de Câmara da Cidade de Curitiba no Terreiro Pai Maneco

Na próxima quinta-feira (12), às 20h, a Orquestra de Câmara da Cidade de Curitiba se apresenta no Terreiro Pai Maneco. A apresentação faz parte do programa Concerto nas Igrejas, que foi idealizado como parte das atividades de relacionamento com a comunidade e acontece desde 2002.

O concerto é mais uma iniciativa da Orquestra de Câmara da Cidade de Curitiba para se aproximar do público de uma forma mais dinâmica e informal. Darci de Almeida, coordenadora do Coro explica que esses eventos são importantes, pois são para pessoas que normalmente não teriam contato de outra forma. “Por isso escolhemos músicas que o público já ouviu ou que possa se identificar com a melodia ao menos”, explica.

Até o presente, foram centenas de concertos distribuídos nas regiões mais periféricas da cidade, com milhares de pessoas que tiveram acesso a essa atividade da Orquestra de Câmara da Cidade de Curitiba. Independente da denominação religiosa dessas igrejas, a Camerata visitou com seus concertos as mais diversas denominações religiosas, como igrejas Católica, Batista, Metodista, Menonita, Igreja Messiânica Mundial e o Terreiro de Umbanda do Pai Maneco.

O representante da Orquestra de Câmara de Curitiba, Francisco Freitas, lembra que há dez anos aproximadamente, com iniciativa da Mãe Lucília de Iemanjá, que era funcionária da Fundação Cultural de Curitiba, fizeram a primeira apresentação num terreiro de Umbanda. “Ela sempre teve o sonho de ter um evento cultural como esse lá no terreiro. Nos convidou e a gente topou. Foi numa excelente experiência, por ser uma coisa inusitada. Na época ampliamos os espaços religiosos que eram limitados a igrejas. Valeu a experiência. O resultado foi excelente, um público fantástico, muito lotado”, relata.

O repertório desse concerto também reflete a característica e a proposta musical do projeto sendo um apanhado histórico das grandes obras clássicas de compositores estrangeiros e brasileiros, representativos em sua época, como: Johann Sebastian Bach, George FriedrichHändel, Heitor Villa-Lobos, Antônio Carlos Gomes, Mozart Camargo Guarnieri e Edmundo Villani-Côrtes.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.