Terreiro de Umbanda do Pai Maneco, sexta-feira, 18 agosto de 2017

COMENTÁRIO DA SEMANA 2 - PAI FERNANDO

A Umbanda é apaixonante, cheia de mistérios, alguns já desvendados pelos mais experientes, mas inexplicavelmente não assimilados pelos mais novos.

Quando um médico recomenda uma cautela ao paciente ele aceita e obedece a ordem, mas quando um pai de santo faz suas recomendações aos médiuns elas são ignoradas. Não sei, fico pensando às vezes a razão disso. Pode ser rebeldia, ou a comichão da novidade ou mesmo a teimosia características dos novatos. Felizmente a maioria não é assim e se entregam aos dirigentes. São as pessoas de cultura boa e por isso sabem que se foram recebidos no Terreiro é porque têm que se submeter a um aprendizado dentro do que previamente lhe foi explicado. 

Antes de o médium iniciar sua trajetória dentro do terreiro ele recebe uma série de informações do pai/mãe de santo, mas o cuidado maior é recomendar uma periódica tosa na crista e muita atenção e fidelidade aos ensinamentos que recebe. Se tudo correr bem e a humildade prevalecer ele será um médium equilibrado tornando-se útil à religião e, mais importante, iniciará a trajetória para a sua evolução espiritual.

Os modernos veículos de comunicação, principalmente a internet e suas ferramentas sociais como Orkut, twitter, blog e sites, modificaram o comportamento dos jovens. Hoje eles preferem discutir entre si e ler ensinamentos que não sabem de onde vieram, a ouvir a experiência e o conselho daqueles que já viveram mais tempo e têm o amadurecimento dos fatos que já evidenciaram.

Hoje é fácil arrotar cultura. Dê a indicação ao Google e ele exibirá na telinha as mais difíceis explicações. Isso não vale para o desenvolvimento da mediunidade. Ainda é um processo que fica na dependência dos dirigentes espirituais. No encontro que tive sábado com os médiuns do Terreiro do Pai Maneco foi-me feita uma pergunta assim: “por que os médiuns do TPM não podem ir em outros terreiros de branco e entrar na sai gira ? Claro, eu respondi mas deixei de fazer uma observação fundamental e que tem muito a ver com o que acima escrevi. Um grande equivoco desses médiuns rebeldes e que gostam de girar e girar, é que a Umbanda é uma religião e sua função principal é incentivar o aprimoramento espiritual dos médiuns. Terreiro não é clube social onde cada um faz o que quer. A paixão pela Umbanda tem que ser abrandada pela vontade de se encontrar com a alta espiritualidade.

Até a próxima segunda-feira.

Pai Fernando Guimarães

Categoria: Pai Fernando .

Bandeira da Amizade