Terreiro de Umbanda do Pai Maneco, quinta-feira, 24 agosto de 2017

COMENTÁRIO DA SEMANA 12

Através de uma médium que confio muito me chegou uma mensagem da Cigana Esmeralda entidade com quem eu tenho muita intimidade.

Acho até que vale a pena transcrevê-la por ter revelado um fato muito meu e que não tinha dividido com ninguém. Vai a mensagem:

  ...ela sabe o quanto deixava o senhor triste ver médiuns se fantasiando de ciganos, quando na verdade o senhor gosta deles pela simplicidade com que levam a vida, e sabe que é muita dureza. Se por exemplo, metade das médiuns que julgam recebê-la soubessem que para sobreviver ela teve que além do circo, lavar muita roupa pra muita madame, não iam gostar muito, porque fantasiaram muito a respeito deles. É da vontade deles que o senhor explique aos médiuns quem realmente são os ciganos, coisa que só o senhor sabe bem, antes que eles voltem a trabalhar dentro das giras.”  Ela refere-se a volta das giras neutras.

Quando estava sendo construído o Terreiro do Pai Maneco na Faculdade Espírita, fui mostrar o lugar para um Pai de Santo, de São Paulo. O piso ainda estava em construção quando ele perguntou-me: “Vc sabe quais as entidades que formam a base do teu Terreiro?” Respondi de imediato: “Claro que sei, os ciganos.” Ele com um sorriso de aprovação encerrou este pequeno dialogo.

Por essas razões é que a Cigana Esmeralda sabe o que sinto intimamente. O excesso de roupas fantasiosas, adereços, pinturas e perfumes e ainda os paninhos vermelhos prendendo os cabelos dos homens, não fazem parte da minha Umbanda Pés no Chão. Isso também serve para as linhas da quimbanda, onde as Pombas Giras se enfeitam, muito embora com mais moderação que na linha dos ciganos.  Sem reclamação deixo os médiuns à vontade. Entendo que a conscientização dos médiuns faz parte do desenvolvimento mediúnico de cada um. Com o tempo e a experiência vão concluir que entidade nenhuma precisa de enfeites terrenos. Fica a ressalva da capa dos Exus e das Pombas Giras

Fernando Guimarães

Categoria: Pai Fernando .

Bandeira da Amizade