Terreiro de Umbanda do Pai Maneco, domingo, 23 abril de 2017

Caboclo Águia Branca

Seu ponto riscado contém uma estrela de cinco pontas, que de acordo com suas explicações sintetiza em si muitos mistérios sagrados, e irradia também o inconsciente coletivo, e foi absorv

Grande espírito Manitú, ajude-me a nunca criticar meu vizinho da oca, sem antes ter andado pelo menos duas léguas com seus mocassins.

Esta foi a primeira mensagem deixada por este maravilhoso Águia Branca, caboclo que eu sirvo. De acordo com suas palavras ele é o chefe da falange dos índios Peles-vermelhas. Costuma dizer que é do tamanho de uma montanha e é grande para que os seres possam aproveitar suas sombras, e ali descansarem de suas buscas e refletirem para a continuidade.

Gosta de fazer trabalhos na linha de cura, receita muitas ervas, frutas e trabalha com um ponteiro feito de osso o qual passa nas pessoas como se fosse uma espécie de bisturi. Trabalha também nos sete corpos dos consulentes e afirma que às vezes alguns destes corpos apresentam buracos por onde energias densas canalizam e penetram, deixando-os energeticamente fracos.

Pertence ou pertenceu à fraternidade branca, e suas atitudes sempre são solenes, digna, pura e serena. Só fala com o propósito definido de favorecer, aconselhar e remediar. Tem fina presença e perfeita obediência às leis da saúde e jamais se aborrece por algo. Habita um certo vale ou desfiladeiro, mais propriamente como se fosse uma desembocadura no astral, onde existem pequenas ocas para se fazer oferendas de flores e frutos, queimar cânfora e cantar mântras.
Ocupa o mental dos médiuns (cavalos) para ajudar pessoas ou emitir uma onda especial de bênçãos. Atua no mundo todo por meio de enorme corrente de energia com o qual influem nos corpos causais de milhões de seres. Está sempre a serviço dos planos de Deus (Manitú) . Explica que para chegar a Manitú existem três entradas;

  1. Saber
  2. Trabalhar
  3. Orar

e que aqueles que esperam no lado externo podem entrar por qualquer delas.

Diz que há montanhas muito altas para se alcançar. Pensamentos e sentimentos indesejáveis devem ser eliminados. Afirma que quando chamados, os seres humanos devem se movimentar rapidamente. Fala pausadamente, ás vezes de forma errada. É um caboclo de Oxossi e, com pausa, diz que palavras ociosas formam uma atmosfera que repele boas influências. Fala que o humano com as palavras constrói o seu ambiente, e neste ambiente é que vive.

Vontade e pensamento acompanham as palavras. Também diz que todos devemos carregar um colar, pois o mesmo fortemente magnetizado e com um determinado propósito (lei) será de inestimável ajuda, e a tarefa do caminho é árdua e qualquer ajuda agradaria. O objetivo dos espíritos é favorecer a evolução, gosta da cura do corpo e pede às pessoas para que não esqueçam da vigilância da conduta.
Gosta de mântras, e diz que equivale à nossa palavra magia, e que são resultados do ocultismo prático. Diz que som é ondulação no ar, e isto põe tudo em movimento.
Seu ponto riscado contém uma estrela de cinco pontas, que de acordo com suas explicações sintetiza em si muitos mistérios sagrados, e irradia também o inconsciente coletivo, e foi absorvida pela umbanda a serviço dos Orixás, tornando-se um símbolo universal.

As flechas indicando direcionamento e sentido, o círculo que diz simbolizar terra , água, fogo e ar em um só, significando o alto, o embaixo, a direita e a esquerda. Diz que qualquer magia tem que possuir sintonia em três níveis;

  1. Orixá
  2. Guia
  3. Médium

Só assim, com elos da corrente, a segurança é total, e chama isto de pára-raios cósmico. Fala que é um executor dos pensamentos do senhor Manitú. Se utiliza da palavra, e pela palavra plasma o pensamento na matéria, e diz que é a força da palavra dentro da lei. Cito algumas ervas e frutas indicadas bem como para que servem, mas com um pitoresco caso a contar: Quando o senhor Águia Branca se utilizou deste cavalo, a primeira erva que o mesmo indicou a um consulente foi chá de arruda. Ao final das consultas, estava bastante preocupado, pois se o cheiro de arruda é terrível, imaginem o gosto. Fui conversar com meu pai de santo, e simplesmente ouvi o seguinte: Se fosse você Fulano que indicasse o chá, eu mandaria não tomar, mas como foi um espírito nada temos a temer. Dito e feito, a posterior soube que o medicamento evita sangramentos tendo o consulente confirmado que tudo estava bem.

Ervas e Frutas.

  • Árvore Casta: desordens menstruais, cisto, dores no seio, tensão menstrual.
  • Chapéu de Couro: ácido úrico, gota.
  • Cava Cava: insônia.
  • Garra do Diabo: reumatismo.
  • Castanha da Índia: pernas cansadas, varizes.
  • Unha de Gato: sinusite, amídalas.
  • Copaíba: bronquite
  • Alho: colesterol.
  • Morango: tifo, ácido úrico, infecções no fígado.
  • Banana: prisão de ventre.
  • Maçã: para o cérebro.
  • Mamão: asma, diabete.
  • Semente de melancia torrada: aplicada em feridas acalma a dor.
  • Pêra: tireóide.
  • Alcachofra: anemia.
  • Lentilha: dores de cabeça.
  • Losna: catarros, cólicas, bafo na boca.
  • Cebola: fígado, intestino, vias respiratórias.
  • Espinafre: fadiga, pressão alta.
  • Tomate: ossos, dentes, intestino.

Afora algumas simpatias para diabetes, parar de beber, gripe, inveja, bronquite, ervas dentro do travesseiro para tirar dor, enfim citar mais seria muito longo.

Como curiosidade, o significado do nome Águia Branca:
Águia: pessoa dotada de grande talento.
Branca: clã, grilheta.
Clã: chefe supremo.
Grilheta: anel de ferro na extremidade de uma corrente.

Diz também que trabalha na umbanda porque é um ritual de liberdade, protesto e reação à opressão.

Eis Senhor Águia Branca, pai e amigo. Muita luz.

Bandeira da Amizade