Terreiro de Umbanda do Pai Maneco, terça-feira, 12 dezembro de 2017

Simplicidade de Preto Velho

Simplicidade de Preto Velho

Salve, Salve a gira de Pretos Velhos! Ontem observei um médium que incorporou, trabalhou no meio e então foi próximo a engoma... O Preto sentou-se no toco e ficou com seu terço na mão durante algum tempo... Aquela cena me incomodou, na ânsia de servir, fui perguntar se precisava de algo, pensando que talvez precisasse de tábua, de vela, de qualquer coisa... Ele olhou nos meus olhos e respondeu com um sorriso calmo e olhos apertados: Filha, só estou rezando. Direcionando o olhar para o trabalho que acontecia no meio. Então pegou na minha mão e disse: Vou rezar para você também... e continuou... firme em seu trabalho... Simples assim. Voltei pra casa pensativa. Às vezes ouço pessoas dizendo, hoje não vou trabalhar porque não trouxe elementos ou não trabalho porque não tenho “entidades firmadas” no toco, não sabem o que fazer, se estão sendo “úteis” para os trabalhos, enfim, dúvidas e certezas sem sentido. Isso já ouvi de médiuns novos e antigos, isso já aconteceu comigo e pode ter acontecido ou acontecer com qualquer um... O fato é: AS COISAS SÃO SIMPLES! Os trabalhos acontecem, a energia está ali da forma que tem que ser. SARAVÁ A NOSSA UMBANDA!!!!

Patricia Vitachi
Gira de Segunda-feira

Categoria: Espaço do Médium.

Bandeira da Amizade