Terreiro de Umbanda do Pai Maneco, quinta-feira, 14 dezembro de 2017

Salve o guerreiro de Ogum!

por Rodrigo Fornos

Fernando Macedo Guimarães. Um homem simples. Cavalos, cachorros, Coca-Cola, Yedda, seus filhos e netos, sua família, os amigos e a Umbanda. Tudo que ele amava na vida.

O maior exemplo de fé. Ele passou por tantas dificuldades, mas tantas. A ponto de pensar em desistir. Mas no mesmo segundo deste pensamento, vinha sua fé e determinação, típica de um guerreiro de Ogum, de um soldado da Umbanda. Desistir jamais! Enfrentar! Acreditar. De novo, fé e determinação!

Sempre com uma palavra de carinho. Sempre a com a solução na ponta da língua. "Tenha calma". "Não desista". "Fé". "Acredite nos seus guias". Seus tantos conselhos acoam na minha cabeça. Um mundo de frases e sentimentos. Lições.

Pai Fernando de Ogum, Pai Fernando, Fernandão. O cara simples cujo maior prazer era chegar em um sábado à tarde no seu terreiro e andar por ali, determinar uma obra aqui, sentar e conversar. Ah, como ele gostava de conversar. E sempre que o assunto Umbanda surgia, seus olhos brilhavam mais ainda. Horas a fio.

Hoje ele está com a gente. No Astral. Com seus guias e familiares. Certamente trabalhando muito, pois não era homem de sossegar. Sempre inventando alguma coisa, deve estar lá com o velho Maneco trocando suas ideias, planejando como será seu trabalho daqui para frente, consultando o guerreiro Akuan, seu guia e companheiro, em como fazer com que a Umbanda se fortaleça cada vez mais no sentido da união e da comunhão pelo amor.

Pai Fernando, o maior exemplo de fé!

E seu legado somos nós, filhos de Akuan, filhos da Umbanda, filhos deste planeta, amantes da natureza, respeitosos com o próximo, disseminadores do amor.

Sempre pronto, sempre a postos, Pai Fernando está feliz! Mais ainda em ver que sua história continua a caminhada que ele desenvolveu.

Saravá o guerreiro de Ogum!

  

Categoria: Espaço do Médium.

Bandeira da Amizade