Terreiro de Umbanda do Pai Maneco, sexta-feira, 24 novembro de 2017

O Papel de Xangô na Umbanda

O PAPEL DE XANGÔ NA UMBANDA

“Muitos pensam que Xangô é apenas o defensor da justiça e por isso, procuram as Entidades dessa linha com pedidos de justiça em suas resoluções pessoais. Mas devo alertar que Xangô trabalha para a justiça do Criador e que considera em seus trabalhos, o carma, a evolução e aprendizado individual. Desta forma, podemos ter desfechos não tão confortáveis quando clamamos essa justiça, uma vez que não temos a lembrança da vida passada e qual a nossa missão nessa vida!
Xangô pode encaminhar espíritos perdidos e nesse aspecto, trabalha com a ajuda de Iansã. Nos trabalhos amparados por nossa mãe, pode-se conseguir o alívio do peso no coração e na alma, causado por maus pensamentos ou ações e ainda ajuda no excesso de ações e sentimentos desnecessários, que possam prejudicar a nossa evolução.
Xangô é grande curador das mazelas do corpo e da alma, mas por as pessoas não saberem disso, preferem pedir essa ajuda à Oxóssi.
Xangô é determinado e pode ajudar a firmar o pensamento, a vontade e a força. Mas as pessoas preferem pedir isso à Ogum.
Venho para dizer que Xangô está na Umbanda porquê tem o preparo para cuidar e ajudar a resolver todas as coisas. Contudo, o Xangô mais gosta de resolver são os problemas do amor e as pessoas não pedem isso à Xangô. E espero que esse relato percorra e chegue a todos que precisam, para que saibam do que Xangô é capaz de realizar na Umbanda.
Xangô chega no Terreiro com cara feia, gestual bruto e postura pronta para a batalha, mas em seu coração há o sentimento mais doce e puro do Universo: o Amor.
O mundo está em transformação e muitos acreditam que o mundo está piorando, porquê se deparam com muita violência e desrespeito por onde andam. Mas esse Caboclo garante que as coisas boas são maiores do que as ruins. Isso porquê, depois que se passa por algo extremo na vida, sentimento triste ou devastador, nasce o amor mais puro e belo, capaz de transformar e reconstruir o mundo.
Chegará o momento em que o mundo será outro, será um mundo de amor, paz e harmonia. ”

Relato do Caboclo da Lua e do Sol, Caboclo de Xangô, incorporado no Pai Pequeno Caco.
Roberta Abrão
GIra de Segunda Feira
26/10/2015

 

Categoria: Espaço do Médium.

Bandeira da Amizade