Terreiro de Umbanda do Pai Maneco, terça-feira, 23 maio de 2017

CRUZAMENTO DA MÃE IZABEL DE OXUM

Como todos sabemos no início do mês de novembro, dia 02/11/2016, foi oficialmente aberto o Terreiro do Pai Maneco no mar. Esse sempre foi o sonho do nosso querido Pai Fernando de Ogum, que sempre manifestou esse desejo junto à sua família e amigos próximos.
No ano passado, a Mãe Lucília decidiu que transformaria esse sonho em realidade. Em menos de um mês, o que era um sonho estava se tornando realidade. O TPM no mar estava funcionando e com uma corrente fixa daqui do litoral.
Foram seis meses de ajustes. Todos querendo colaborar de sua maneira para tornar essa corrente unida e forte. Tivemos o privilégio como poucos tiveram, já que cada gira era tocada por um dirigente de Curitiba, nos dando a oportunidade de aprender muito com cada um.
No mês de maio deste ano, a Mãe Lucília novamente acertou, pois escolheu o mês das mães e no dia 07 nos presenteou com uma Mãezona, a nossa mãe de santo que vai tocar as giras aqui no TPM no mar e vai ser nossa líder que nos guiará. Na verdade ela não é só nossa, mas de todos da corrente TPM.
- Mãe Izabel de Oxum conte conosco e contamos com você, pois já somos uma corrente com 31 médiuns e uma assistência que já nos traz em média 45 consultas
Allan Bressan

Com a corrente formada e novos integrantes que inevitavelmente entrarão para fortalecer e ampliar os trabalhos conforme as demandas do TPM no MAR, esse cruzamento foi realizado com a proteção dos dirigentes espirituais que escolheram a Mãe Izabel de Oxum para comandar as giras que darão continuidade na nossa Umbanda Pés no Chão, difundida pelo nosso saudoso Pai Fernando Guimarães (Pai Fernando de Ogum).
A expectativa de crescimento das pessoas que vão para serem atendidas (assistência), é sem dúvida, um dos motivos pelo qual nos dedicamos cada vez mais aos trabalhos ali realizados.
Com isso e muito mais, desejamos toda luz e amor para essa nova estrada que se abre na vida e no TPM no MAR com os comandos da Mãe Izabel de Oxum.
SARAVÁ!
Viviane Cequinato

Na minha opinião, o TPM no mar se resume em uma única palavra: GRATIDÃO
Gratidão por poder trabalhar com nossos guias e irmãos de corrente perto de casa e do lado da casa de Iemanjá; gratidão pelas pessoas daqui do litoral que eram carentes de atenção para suas mazelas e também poderem se desenvolver; gratidão por todos os guias que nos orientam, inspiram e amam; gratidão à Mãe Lucília por sua disposição, paciência, perseverança frente ao trabalho que tivemos da abertura dessa casa; gratidão à todos os dirigentes e médiuns que não mediram esforços para virem aos sábados para nos ajudar nas giras atendendo com muita fé a assistência que crescia a cada semana contribuindo para concretizar o sonho de pai Fernando de Ogum e da Mãe Lucília; gratidão também à Mãe Izabel por nos ajudar em nosso desenvolvimento e trabalho enquanto medianeiros da Umbanda. O TPM no mar já foi um sonho e hoje já é doce e grande realidade. SARAVÁ!
“Temos que cultivar e espalhar o amor, o respeito a humanidade, por que quanto mais amor tiver, mais teremos Luz, se não praticarmos o amor, menos luz teremos” (palavras de entidade que não se identificou)
Grande abraço a todos.
Adelar Back
 

Categoria: Espaço do Médium.

Bandeira da Amizade