Terreiro de Umbanda do Pai Maneco, sexta-feira, 22 setembro de 2017

Pai de Santo paraguaio lança livro no Terreiro Pai Maneco

No próximo sábado (15), acontece o lançamento do livro “O guardião das sete facas – a jornada de um guia espiritual”, psicografado pelo Pai de Santo, José Usher.

O livro é um romance mediúnico da Umbanda. Na leitura não contém nomenclaturas religiosas, mas tem muita relação com os guias espirituais que trabalham na Umbanda.

Conta a história de um dos primeiros advogados de pele escura do Equador, que tinha uma vida regrada pelo senso da lei e da justiça. Era muito conhecido no país pela sua imparcialidade e habilidade nas palavras para ganhar os casos.

A traição tocou as portas da sua vida. Certa noite ele voltava para casa, feliz por outra vitória. Quando chegou encontrou as duas filhas mortas e a mulher ao fundo lutando com o assassino, que era seu melhor amigo.

A partir dessa noite, ele se converteu destruindo tudo o que para ele era também sagrado: a lei.

Anos depois, na tristeza, ficou sabendo que aquele ex-amigo foi amante da sua esposa. Então, caiu mais, assassinando mais pessoas e passando a ser um fugitivo da lei humana.

Quando ele ouviu da sua mulher que realmente foi amante daquele assassino, ele desenhou um caminho para assassiná-la. Nessa noite ele achou que conseguiu o objetivo e acabou se suicidando.

Ali começou a nova história dele, do outro lado da vida, onde na dor conseguiu reconhecer a implacabilidade da justiça divina. Foi na outra realidade onde ele descobriu que tinha um mistério guardado, mas precisava se purificar da ignorância e da dor emocional para avançar na sua evolução.

Nessa caminhada ele também conhecera a transformação de um ser humano, num Guardião da Lei Maior e Justiça Divina.

Além de contar a história de um Guardião, o dono da história mostra que a vingança é uma força que deixa a consciência cega, e dos olhos à ignorância que se transforma na visão do ego desequilibrado. Que a dor é um combustível da violência em alguns casos, convertendo a forca numa ferramenta de violência e caos. Que o tempo as vezes é um balsamo do destino que ajuda a sarar as feridas, ou é uma areia movediça que suga todo tipo de esperança deixando a desesperação comandar a vida de um.

Usher conta que decidiu escrever porque um dia chegou no Terreiro um guia espiritual que se chamava Sete Facas, na linha dos Malandros. Disse que não era somente trabalhador dessa linha, mas sim de muitas. Depois apareceu como Exu Sete Facas e falou que na esquerda colocaria a sua proteção, porque tinha que contar a história dele, que essa era sua missão.

Então chegou o dia em que o livro estava nas mãos dele. Foi um dia muito emocionante, porque ele colocou o livro num ponto riscado, o chapéu acima do livro e falou: "a minha missão acabou, agora vou me elevar com a alegria de saber que cumpri com a sagrada Lei Maior. Até sempre."
E nunca mais veio, mas habita em cada página do livro.

Jose Usher é pai de santo há 12 anos e caminha na Umbanda há 23 anos. Sua avó foi Mae de Santo, durante 35 anos. Segue em seu terreiro a linha do Rubens Saraceni, que é um dos seus mestres.

Serviço:
O quê: Lançamento do livro: O guardião das sete facas – a jornada de um guia espiritual
Quando: 15/07 (sábado), às 17h
Quanto: R$ 25,00 o livro.
Entrada franca.
Onde: Terreiro Pai Maneco - Estrada Nova de Colombo, 5.487, Santa Cândida
 

Bandeira da Amizade