Terreiro de Umbanda do Pai Maneco, segunda-feira, 20 novembro de 2017

DESCONTRAÇÃO MARCOU A PRIMEIRA “CONVERSA ABERTA” DESTE ANO NO TPM

Num clima descontraído e bem à vontade, aconteceu, neste sábado (30), na sede do Terreiro do Pai Maneco (TPM), a primeira “Conversa Aberta” deste ano, que reuniu mais de mais de duzentos participantes entre médiuns e assistência com os dirigentes do terreiro.

As pessoas fizeram diversas perguntas referentes a vários aspectos da Umbanda. Elas que foram respondidas pelos pais e mães de santo e pelos pais e mães pequenas do TPM.

Num primeiro momento, as perguntas foram feitas por escrito e sorteadas para serem respondidas pelo dirigente que se dispusesse. Depois, foram feitas pelas pessoas diretamente ao dirigente escolhido.

Estavam nesta edição, a Mão Lucília, o Pai Beco, a Mãe Jô, o Pai Leo, a Mãe Eli, o Pai Jussaro, o Pai Gustavo, a Mãe Denise e a Mãe Rita. Também as mães pequenas Cris e Camila e os pais pequenos pequeno Caco, Robert, Lucio e Dado.

VEJA AQUI AS FOTOS

DEPOIMENTOS
Leia alguns comentários dos dirigentes e de quem participou deste “Conversa Aberta”;

“Nós estamos muito satisfeitos com o terreiro, com tudo o que está acontecendo. Falo com emoção. Meu pai (Pai Fernando) me ensinou a fazer uma Umbanda muito simples, pés no chão. E que quando a gente não soubesse que dissesse que não sabe. Por isso, foi importante esse encontro” – Mãe Lucília.

“Gostei muito. Foi ótimo, mesmo com o improviso e por isso mesmo importante” – Pai Gustavo.

“Esse encontro foi bem bom. Estarmos juntos, conversando sobre Umbanda é muito bacana” – Mãe Pequena Cris.

“As dúvidas sempre existem. O mais importante é que estamos descobrindo a Umbanda. Vamos estudar, vamos aprender. Isso é muito importante” – Pai Pequeno Caco.

“O Terreiro do Pai Maneco está de parabéns. Tivemos respostas e acertos. Para aquelas questões que não tiveram vamos ter as respostas no tempo certo” – Mãe Eli.

“Achei bem bom. Tanto as respostas quanto as perguntas. Acho que poderemos aprofundar mais nos próximos” – Pai Léo.

“Sempre podemos aprender com os erros e com os acertos dos outros. Nossa Umbanda é muito esclarecedora. Foi ótimo” – Mãe Rita.

“Por mais que a gente esgote os assuntos nós sempre vamos ter novas questões e novas abordagens. Por isso, esses encontros vão ajudar esclarecer as dúvidas” – Mãe Jô.

“Temos sempre que incentivar o aprendizado e a leitura para que as pessoas conheçam a nossa filosofia de trabalho. Quase tudo que foi perguntado e respondido aqui está no nosso site. Recomendo que todos dediquem um pouco de tempo e leiam diariamente. Será esclarecedor” – Pai Jussaro.

“Eu achei bem legal. Mas acho que algumas questões poderiam ser mais aprofundadas, tanto as perguntas quanto as respostas. Mas foi super bom estar aqui” – médium Karoline Alves.

“Foi muito esclarecedor. Para os médiuns sempre é muito bom poder participar e conversar com os dirigentes para tirar as dúvidas”, médium Emanuel Alves.
 

Bandeira da Amizade