Terreiro de Umbanda do Pai Maneco, terça-feira, 12 dezembro de 2017

Crianças de Jaraguá do Sul visitam o TPM

Recepcionados pela Mãe Jô de Oxum, tiveram a oportunidade de conhecer um pouco sobre a Umbanda Pés no Chão do nosso terreiro e esclarecer algumas dúvidas provenientes do errôneo conceito popular sobre as nossas atividades.

A visita começou na gira da Mãe Eli, que ocorre às quartas-feiras no período da tarde, e despertou grande curiosidade dos jovens visitantes. Logo após, eles tiveram uma breve introdução ao espiritualismo com a Mãe Jô, a qual envolveu as crianças descontraidamente para dar abertura aos questionamentos da turma:

“Por que eles cantam e dançam?”

“Por que eles usam a roupa branca?”

“Como nossos pais disseram, queria saber sobre vocês que trabalham aqui, se fazem macumba.”

“O que são os desenhos e as facas no chão?”

A iniciativa em trazer ao conhecimento dos alunos a rotina de cada templo parte das aulas de ensino religioso ofertadas pelas escolas públicas.  Esse método tem por finalidade ampliar os horizontes e eliminar preconceitos.

Eu tinha algumas dúvidas porque lá fora eles sempre falam que é uma religião que mexe com esse tipo de coisa, mas agora a gente entendeu mais e agora sabemos o que é”, disse a aluna Jeniffer Stefani Teske, de 13 anos, sobre os rumores da prática de macumba na umbanda.

Segundo a mãe Jô de Oxum, a vinda das crianças ao terreiro retrata o modo como o Pai Fernando de Ogum dirigia o Terreiro do Pai Maneco: dando abertura a todos que quisessem conhecer a umbanda.

Essa acho que é uma das maiores lições que ele deu pra nós. Ele não temia pelo jovem da umbanda”, disse a mãe Jô. “Eu acho que tem tudo a ver, não com a ideia do seu Fernando, mas como ele praticava, ele nunca impediu crianças de virem”, complementou.

CLIQUE E VEJA GALERIA DE FOTOS

Bandeira da Amizade