Terreiro de Umbanda do Pai Maneco, quinta-feira, 24 agosto de 2017

Certa vez me falaram que o médium que fica na ponta da corrente, durante a gira recebe uma carga muito grande. É verdade?

Na linha do espiritismo tradicional, quando os médiuns estão sentados na mesa, as pontas é que seguram a corrente, tanto que, quando algum problema existe, e nesses médiuns que cai a carga. Entretanto, os médiuns que ocupam esse lugar normalmente estão preparados e têm essa função especifica no grupo, ou seja, alto poder de concentração e dificilmente incorporam. Na Umbanda existe uma diferença enorme, porque não são as vibrações dos médiuns que seguram a corrente, ficando isso mais por conta do canto, seguranças previamente fincadas e do pai-de-santo. Usando o bom senso não vejo como, ao menos no transcorrer da gira, que as pontas segurem a corrente.

Perguntas e Respostas:

Bandeira da Amizade